Dicas de segurança para fazer uma viagem tranquila

Quem já foi assaltado ou furtado sabe a dor de cabeça que é perder documentos, cartões e dinheiro. O transtorno pode ser ainda maior quando isso acontece durante uma viagem de férias ao exterior. Isso que nem estamos falando de todo trauma que a situação envolve. Ter alguns cuidados básicos pode evitar que o turista passe por surpresas desagradáveis e tenha uma estadia tranquila.

A primeira dica e talvez a mais fundamental de todas é ter um porta dólar. O objeto é de extrema importância e fácil de levar para todos os cantos. Durante nosso mochilão pela Europa, eu e a Bruna ficávamos cada um com uma pochete. Nosso dinheiro, cartões, passaportes e seguro-viagem permaneciam divididos entre a gente. A facilidade é que o porta dólar fica preso na cintura, por baixo da roupa, quase imperceptível e praticamente não incomoda project management free.

A segunda dica, para quem gosta de carregar mochila, é sempre prestar atenção com os zíperes, principalmente na hora encarar aglomerações e usar transporte público. Ao entrar no metrô, procure tirar a bolsa das costas e segure na frente. Alguma parte pode ter ficado entreaberta e no meio de tanta gente pode ser difícil perceber que alguém está mexendo nela.

Andar com a carteira no bolso de trás é expor-se a um risco desnecessário. Pense na situação anterior, novamente de multidão e transporte lotado. Os chamados pickpockets, ou batedores de carteiras na tradução, podem se aproveitar do descuido. A solução para a ocasião é guardar a carteira no bolso da frente. Isso vai dificultar a ação de algum aproveitador.

Outra precaução para não ter dor de cabeça é sempre buscar opções oficiais. Quer comprar uma entrada para um teatro? Procure a bilheteria onde o espetáculo está em cartaz ou vendedores autorizados. Evite adquirir os tíquetes de pessoas estranhas, ainda mais se a proposta estiver muito interessante. Isso vale também para bilhetes de atrações turísticas e até ofertas de transporte por um preço mais em conta. Consulte um funcionário credenciado da empresa para tirar qualquer dúvida. Na internet, faça uma pesquisa antes para confirmar se o site é confiável ou não.

Para finalizar, já listamos aqui no blog algumas dicas para não cair em ciladas (clique aqui para ler). O post serve de complemente para este. Tenha um pé atrás sempre que alguém lhe propor uma vantagem e a chance de conseguir algo fácil, especialmente dinheiro. O risco de você ser enganado é muito grande.

Prestar a atenção e os objetos pessoais por perto são fundamentais para não dar sopa para o azar. Ninguém merece estragar uma viagem por conta de objetos roubados.

Deixe uma resposta